São Paulo registra queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI

SP tem redução de óbitos e de ocupação de leitos de UTI. Em 24 horas, foram registradas 43 mortes no Estado. O governo de São Paulo informou, nesta segunda-feira (8), que a taxa¹ de ocupação dos leitos de UTI caiu de 73,8% para 67,5% na capital e de 88,1% para 75,5% em todo o Estado. […] Leia no site da RENOVA Mídia » São Paulo registra queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI

São Paulo registra queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI
SP tem redução de óbitos e de ocupação de leitos de UTI. Em 24 horas, foram registradas 43 mortes no Estado. O governo de São Paulo informou, nesta segunda-feira (8), que a taxa¹ de ocupação dos leitos de UTI caiu de 73,8% para 67,5% na capital e de 88,1% para 75,5% em todo o Estado. Há ainda 4.816 pacientes internados em UTI em todo o estado e outros 7.792 pacientes internados em enfermarias, em casos suspeitos ou confirmados de coronavírus. Após a ampliação do número de leitos, agora, São Paulo conta com 7 mil vagas em UTI.  O governador João Doria (PSDB) afirma que o sistema de saúde está “absolutamente sob controle” desde o início da pandemia no Brasil.  Doria disse que as medidas adotadas pelo governo têm permitido “controlar o avanço da doença de forma correta e dentro dos protocolos de saúde.” Até o dia 30 de junho serão entregues 1 mil novos respiradores, 830 até o fim desta semana.  “Cada respirador entregue significa um novo leito de UTI entregue na rede pública. Ninguém ficou sem atendimento e nem ficará”, disse² Doria. Referências: [1][2] Leia no site da RENOVA Mídia » São Paulo registra queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI